Preparados Para Níveis Mais Altos

Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os que vão a cavalo? Jeremias 12:5.

Jeremias estava enfrentando uma crise (Jeremias 12:1 a 4). Isso o levou ao desânimo, ao desconforto, a uma queixa diante do Senhor. Muitas vezes nossa reação diante das adversidades não difere da de Jeremias – desânimo, abatimento, desistência, vontade de largar tudo, mudar de igreja, sentar no último banco.

Ao ouvir Jeremias, Deus em vez de confortá-lo, consolá-lo, o confronta e o desafia através do texto acima.

O que na realidade Deus estava pretendendo?

01) Superação de limites:
Há certos limites em nossas vidas que nos são impostos, até podemos ajustá-los, mas não impedi-los: trabalho, estudo, família, disponibilidade de tempo.
Mas, também há limites que nos impomos e que podem ser superados: preguiça (não é sinônimo de cansaço), comodismo, desmotivação, falta de vontade, desistência.
Deus estava procurando conscientizar Jeremias de que se ele não superasse essas coisas estabelecidas no mundo natural, como poderia enfrentar os desafios e desfrutar das conquistas que havia dentro do propósito sobrenatural de Deus para sua vida – Jeremias 1:9 e 10?

02) Níveis mais altos:
O Senhor desejava que Jeremias compreendesse que níveis espirituais mais altos estavam reservados para sua vida –correr com os que vão a cavalo.
Para que isso acontecesse exigências maiores seriam requeridas.
Muitos querem ter o que você tem, mas não querem ser o que você é.
Precisamos nos preparar para competir com aqueles que vão a cavalo.

Gostaria de lançar uma pergunta: Quando Deus fala em competir com os que andam a cavalo, a que tipo de cavalo você acha que Ele está se referindo? Um cavalo que puxa carroça? Um cavalo com defeito? Um cavalo magro, desnutrido? Certamente que o tipo de cavalo a que se refere é um puro sangue árabe.

Quando Deus fala de cavalo está se referindo a força. No Certificado de Propriedade de Veículo é mencionado o número de cavalos que o carro tem, para estabelecer a sua força, a sua potência e a sua velocidade.

Em Cantares 1:9 numa declaração do esposa para a esposa ele diz: “As éguas do carro de Faraó te comparo, ó querida minha.” Esta é uma linguagem usada por Salomão, e sabemos que os seus cavalos eram importados do Egito – 2 Crônicas 9:28.

Apenas como ilustração pesquisei quais seriam as características de um puro sangue árabe – referencial de cavalo – para estabelecermos o que Deus pretendia de Jeremias, ao dizer que ele deveria competir com aqueles que iam a cavalo.

  • O cavalo árabe é considerado o rei dos cavalos.
  • Eram basicamente cavalos de guerra, rápidos, ágeis, robustos e corajosos.
  • Muito bem adaptados a todas as condições climáticas. Isso é possível porque durante muitos séculos se desenvolveram no deserto.
  • Excelente cavalo para corridas longas, pela sua grande resistência física, quase inesgotável e tem a condição ímpar de manter velocidade constante.
  • Corajoso, tranqüilo e audaz. Essas características fazem com que seja um cavalo de salto, mas também um cavalo de sela e passeio.
  • Galopa ligeiro e passos firmes.
  • Expressa nobreza sem arrogância; amizade não cobiçosa e beleza sem vaidade.

Diante dessas características você pode tirar mensagens espirituais, direcionadas a todos aqueles que querem ser colocados por Deus num nível mais alto. Deus abençoe!