Você Caminha No Espírito?

O assunto parece tão óbvio, mas requer relembrá-lo no nosso andar diário. É preciso entendermos que se ressuscitamos com Cristo, precisamos pensar nas coisas ládo alto (Cl. 3:1). A caminhada com Jesus requer os pés nessa terra e mente no lugar alto onde Jesus habita. Como saber se estamos vivendo a vida na lógica do mundo de Cristo? Da carne ou do Espírito?

  1. Religião ou Jesus? É exatamente disso que o apóstolo Paulo trata no texto. Naquela época, haviam pessoas que achavam que para servir a Jesus, seria necessário cumprir o rito da circuncisão, o que significaria anular a obra de Cristo e desconsiderar que a justificação é pela fé (Gl.5:4-5) . Uma vida no Espírito não é um cárcere legalista, mas liberdade para não ter que pecar mais (Gl.5:13). Você faz as coisas porque mandaram e você se sente o super-crente por isso, ou porque você ama a Jesus e está preocupado em testemunhar o valor do sacrifício dEle por você naquela cruz?
  2. Frutos bons ou ruins (Mt.7:18)? Se você fosse um fruto, que parte sua você não daria para uma criancinha comer? Me fiz essa pergunta num dia desses e pensei nas minhas filhas quando eram crianças. Concluí de que elas “teriam que ficar sem frutas” naquela semana. Isso não me fez desistir de dar frutos, mas rever onde eu estava lançando minhas raízes. Veja os frutos que acompanham pessoas que vivem no Espírito em Gálatas 5:22 a 23.
  3. Quem é elevado através das tuas atitudes (Jo.3:30)? Quando João Batista falou “que Ele cresça”, ele estava dentre tantas coisas, testificando quem era importante naquilo que ele estava realizando. João sabia “quem ele era” e “quem Jesus era” (Jo.1:15-16) . Infelizmente muitos acham que o chamado do Senhor serve para trazer algum tipo de promoção pessoal. Esse engano traz sérias complicações para a vida do crente pois alimenta somente as obras da carne (Gl.5:19-21)

Viver no Espírito, ao contrário do que muitos pensam, não tem nada a ver com o quanto você “fala em línguas” ou “quantos dons você diz ter”, mas sim, o quanto você confronta a sua própria carne com a natureza da Santidade Trina (Pai, Filho e Espírito Santo). Viver no Espírito é ter uma vida de prática cristã onde o discurso e a prática caminham de mãos dadas.

“Se agora, estamos vivendo pelo poder do Espírito Santo, sigamos a liderança do Espírito Santo em todos os aspectos da nossa vida.”. (Gl.5:26 – Bíblia Viva)