Sobe Para Aqui

fe-e-comprometimento-1Creio que em nenhuma época da humanidade encontramos tantas pessoas, inclusive cristãs, sofrendo emocionalmente com crises de ansiedade, depressão, estresse, síndrome do pânico. Por consequência, o físico também apresenta vários tipos de doença: alteração na pressão arterial, insônia, dores de cabeça, etc.

Observamos pela palavra de Deus que estas questões foram amplamente faladas pelo Senhor Jesus:

Mateus 6:25 a 34: “…não andeis ansiosos. Qual de vós , por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso de sua vida? Buscais, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

Colossenses 4:6: “Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.”

I Pedro 5:7: “lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”

Sabedores de todas essas coisas porque a igreja se encontra num estado espiritual tão difícil?

Entendo que ela se conformou com o sistema deste mundo, onde a competição, o desejo de ser bem sucedido, ganhar dinheiro, ter muitos bens, adquirir conhecimento, a levou a viver de acordo com o padrão estabelecido pela sociedade.

Associado a isso as pessoas não deixaram de frequentar a igreja, participar da ceia, contribuir financeiramente, porém isso é insuficiente para se alcançar a paz que excede todo o entendimento e que guarda a mente e o coração em Cristo Jesus.

O que tenho percebido é que a vida de muitos e muitos cristãos é pior do que a de muitas pessoas não crentes.

Penso que a igreja procura entender as coisas de Deus de forma natural, racional.

“Nossas mentes estão tão programadas para tirar conclusões baseadas no conhecimento dos cinco sentidos, que geralmente não consideramos todas as informações fornecidas pelo Espírito Santo. A mente estruturada na carne age contra Deus (Romanos 8:5-8).

O humanismo (racionalismo) impede de pensarmos de acordo com os princípios de Deus, anulando nossa fé. Posso raciocinar, considerar e calcular a “verdade” na mente através da lógica.

De acordo com o texto em referencia cabe algumas reflexões para encontrarmos respostas.

Apocalipse 4:1 e 2 – “Depois destas coisas, olhei, e eis não somente uma porta aberta no céu, como também a primeira voz que ouvi, como de trombeta a falar comigo, dizendo: Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas. Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado.”

O apóstolo João no livro da Revelação olha e vê uma porta aberta no céu. A porta está aberta, ou seja, totalmente acessível para se entrar no céu, onde todos os tesouros de Deus estão disponíveis.

Jesus certa vez disse em João 10:9: “Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.”

Jesus está nos dizendo que mesmo nas situações mais críticas que possamos enfrentar, se estivermos nele encontraremos descanso, paz, segurança e a certeza de que ele está conosco todos os dias da nossa vida.

A palavra de Deus também nos diz: Lucas 23:44 e 45 – “Já era quase a hora sexta, e, escurecendo-se o sol, houve trevas sobre toda a terra até à hora nona. E rasgou-se pelo meio o véu do santuário.”

Todo a barreira, impedimento, obstáculo que nos separava de ter acesso ao Pai, foi aberto através do sacrifício de Jesus na cruz do Calvário.

Hebreus 10:19 a e 20 – “Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de más consciência e lava o corpo com água pura.”

Jesus abriu um novo e vivo caminho para termos acesso ao Pai, as coisas celestiais, a toda sorte de bênçãos Cristo Jesus.

Precisamos ter entendimento de que o caminho que Ele abriu, não foi para que ele viesse até nós, para que pudéssemos ir até ele com sincero coração e plena liberdade.

O apóstolo João não somente viu a porta aberta, mas também uma voz poderosa, como de trombeta que dizia: SOBE PARA AQUI.

Não era Jesus que iria descer, mas a ordem era para João subir.

Aqui está a chave para a vitória – SOBE PARA AQUI. A solução não está em ficar envolvido com as coisas terrenas, acompanhar o sistema do mundo, ficar doente, angustiado, opresso, depressivo, preocupado. Enquanto a igreja estiver preocupado com as coisas desta vida terrena, carnal ela sofrerá as consequências da suas escolhas.

“Sobe para aqui, e te mostrarei o que deve acontecer depois destas coisas”.

Jesus iria trazer revelação ao apóstolo João. A igreja precisa subir a dimensões maiores para receber revelação e manifestação de Deus. Com isso o Senhor pretende nos mostrar o que é vida em abundancia e não vida de escassez. Satanás quer que vivamos uma vida miserável em todos os sentidos e ele se agrada quando pensamos e agimos dessa forma. Quando nos lamentamos, quando negamos o poder de Deus, quando vivemos uma vida de coitadismo. Mas, o Senhor nos diz SOBE PARA AQUI.

“Imediatamente, eu me achei em espírito…” – Aqui está a resposta para as nossas indagações. O apóstolo João teve acesso a porta aberta no céu, subir onde o Senhor está e receber revelação de coisas grandiosas isso somente pode acontecer porque ele estava em espírito.

I Coríntios 15:50 – “Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus.”Quem tem uma vida na carne, uma vida baseada nas coisas desta terra, não tem acesso ao reino de Deus. Muitas vezes queremos ser tão espirituais, ter respostas de Deus, porém as coisas não acontecem, porque aqueles que estão na carne não podem agradar a Deus.

“e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado.”

Quando João tem acesso em espírito à porta aberta no céu ele vê um trono e alguém nele sentado. Quem tem um trono é o que? Um rei. Ele viu o Rei dos reis e o Senhor dos Senhores. O rei tem autoridade e poder. Ele emite decretos que ninguém pode revogar.

Hebreus 4:15 e 16 – “Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes , foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna”.

O trono da graça de Deus para alcançar a sua igreja. Recebermos misericórdia porque Ele é bom.

Deus abençoe!