PROPÓSITO E PROCESSO

PARTE II – “ONDE ESTÁS?”

Continuando a falar sobre o assunto “Propósito e Processo” vamos nos deparar que há momentos em que Deus quer tratar conosco sobre o andamento de algumas coisas no processo, mas ele não nos encontra, ou seja, estamos fora de lugar, fora do seu propósito.

Vamos verificar alguns personagens bíblicos e os motivos que os levaram a se desviar daquilo que Deus tinha para suas vidas.

ADÃO:
Gênesis 3:8 e 9 – “Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus,o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim. E chamou o Senhor Deus ao homem e lhe perguntou: ONDE ESTÁS?”

O homem e a mulher foram criados para um propósito: Ter relacionamento, comunhão, intimidade com Deus, multiplicarem-se e dominarem sobre a terra. Isso era uma realidade diária, pois Deus buscava o homem para ter comunhão com ele. Só que na tardinha de um determinado dia Deus estranhou que Adão e Eva não estavam no local onde se encontravam. Então, Deus pergunta para Adão: ONDE ESTÁS? Embora Deus soubesse onde eles estavam, tal pergunta tem sua importância, pois revela que alguma coisa muito significativa tinha acontecido. O homem havia saído do propósito de Deus.

Porque isso tinha acontecido? Por causa do pecado da desobediência. O primeiro sentimento que foi gerado no homem – medo.

Isaías 59:2 – “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça”.

Pecado é tudo aquilo que deforma ou compromete a imagem de Deus em minha vida.

Situação:sabia o propósito de Deus, mas resolveu desobedecer.

JONAS:
Jonas 1:1, 2, 5 b – “Veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Dispõe-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ele,porque a sua malícia subiu até mim. Jonas se dispôs, mas para fugir da  Senhor. Jonas, porém, havia descido ao porão e se deitado; e dormia profundamente”.

Aqui temos agora um profeta que estava fugindo do propósito de Deus. Quando você foge do propósito de Deus sua trajetória é “lomba abaixo”. Jonas fugiu para Társis, desceu até Jope, embarcou no navio, foi dormir no porão e acabou no fundo do mar no ventre de um peixe.

Jonas 1:12 – “Respondeu-lhes: tomai-me e lançai-me no mar, e o mar se aquietará,porque eu sei, que por minha causa, vos sobreveio esta grande tempestade”.

Vemos que Jonas tinha consciência de que o problema era ele no meio da tempestade.

Aqui se configura a rebeldia, a não aceitação do propósito de Deus para sua vida. Quando isso acontece vem as tempestades para sacudir a nossa vida e nos colocar na rota novamente, inclusive aqueles que estão ao nosso redor sofrem juntos as consequências.

Situação: Sabia o propósito de Deus para sua vida, mas preferiu fugir.

SAUL:
I Samuel 10:1, 17-22 – “Tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e o beijou, e disse: Não te ungiu, porventura, o Senhor por príncipe sobre a tua herança, o povo de Israel? Tendo Samuel feito chegar todas as tribos, foi indicada por sorte a de Benjamim. Tendo feito chegar a tribo de Benjamim pelas suas famílias, foi indicada a família de Matri; e dela foi indicado Saul, filho de Quis. Mas, quando o procuraram, não podia ser encontrado. Então tornaram a perguntar ao Senhor se aquele homem viera ali. Respondeu o Senhor: Está aí escondido entre a bagagem.

O propósito de Deus era de que Saul fosse rei sobre Israel, inclusive tendo sido por Samuel, porém quando chegou à hora de assumir a responsabilidade ele não estava presente. Tinha se escondido no meio da bagagem.

O problema de Saul era de que se sentia incapaz de atender o propósito de Deus, pois tinha baixo autoestima (I Samuel 9: 21). Isso faz com que não assumamos as responsabilidades diante do Senhor. Quando isso acontece nos tornamos pessoas hesitantes, incapazes de assumir desafios e enfrentar situações. Nos escondermos no meio da bagagem significa que ninguém está nos vendo, e isso nos coloca numa zona de conforto.É muito comum pessoas não assumirem o propósito de Deus em suas vidas e buscarem justificativas buscando culpados para a sua irresponsabilidade.

Situação: Sabia o propósito de Deus para sua vida, mas preferiu não assumir a responsabilidade.

Mas, também temos personagens bíblicos que assumiram o propósito de Deus para suas vidas, independente do que poderia acontecer com suas vidas.

ISAIAS:
Isaias 6:8 – “Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.”

MARIA:
Lucas 1:36 – “Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra”.

PAULO:
Atos 20:24 – “Porém em nada considero a vida preciosa para mim mesmo, contanto que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus para testemunhar o evangelho da graça de Deus”.

DAVI:
Atos 13:22 e 36 – “E, tendo tirado a este, levantou-lhes o rei Davi, do qual também, dando testemunho disse: Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade. Porque, na verdade, tendo Davi servido a sua própria geração, conforme o desígnio (propósito) de Deus,adormeceu, foi para seus pais e viu corrupção”.

Aqui estão vidas que não se importaram consigo mesmos, mas estavam prontos para atenderem o propósito de Deus em suas vidas e se sujeitaram a todo o tipo  , pois sabiam que tudo nesta vida era passageiro, e o que os aguardava era muito maior e melhor. Creio que o apóstolo Paulo sintetiza o que significa o propósito e o processo pelo qual tem que se passar, quando no final de sua vida expressa:

II Timóteo 4:7 – “COMBATI O BOM COMBATE, COMPLETEI A CARREIRA(CUMPRI O PROPÓSITO, PASSEI PELO PROCESSO), GUARDEI A FÉ. JÁ AGORA A COROA DA JUSTIÇA ME ESTA Á GUARDADA, A QUAL O SENHOR, RETO JUIZ, ME DARÁ NAQUELE DIA; E NÃO SOMENTE A MIM, MAS TAMBÉM A TODOS QUANTOS AMAM A SUA VINDA”.

Deus abençoe! Ap. Sidinei Consteila.