Estamos em Obras

“Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até o Dia de Cristo Jesus” – Filipenses 1:6.

Quantos de nós já tivemos a experiência de construir alguma coisa?

Construímos porque desejamos que algumas necessidades sejam atendidas. Podemos construir pensando de três formas;

01) Quantas vezes construímos uma “gambiarra”, “meia boca”, “meia sola”, ou seja, algo que é para ser provisório, mas que acaba virando permanente. Você consideraria uma obra inacabada uma boa obra?

02) Outras vezes desejamos construir algo permanente, mas que acaba se tornando uma “gambiarra”, “meia boca”, “meia sola”. Porque isso acontece? Porque não fizemos o cálculo se tínhamos condições de começar e terminar, ou ainda porque tivemos dificuldades no caminho ou foi pura negligência. Você consideraria uma obra inacabada uma boa obra?

03) Começamos a construção e conseguimos terminar. Olhamos, nos alegramos, nos sentimos satisfeitos porque temos a sensação de “missão cumprida”. Você consideraria uma obra acabada uma boa obra?

A construção da nossa vida pode ser semelhante a essas três formas. Como estamos construindo a nossa vida pessoal, familiar, profissional e espiritual?

Deus é um construtor por excelência.

I Coríntios 3:9 – “Porque de Deus somos cooperadores; lavoura de Deus, edifício de Deus sois vós”.

Efésios 2:22 – “no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito”.

I Pedro 2:5 – “também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo”.

Quando a palavra de Deus fala de edifício, habitação, casa, está se referindo a um local onde alguém vai morar.

Quando começa a obra de Deus em nossa vida? Quando recebemos a Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Esse é um ato onde tudo começa.

Quando termina a obra de Deus em nossa vida? Será completa no Dia de Cristo Jesus, ou seja, partiremos para a eternidade ou seremos arrebatados. Esse é um processo de transformação contínua.

Precisamos entender que a vida com Deus inicia através de um ato, mas se consolida, desenvolve e cresce através de um processo que dura uma vida inteira.

Vamos verificar que se há uma coisa que Deus deseja é habitar com o seu povo.

Êxodo 25:8 – “E me farão (edificarão, construirão) um santuário para que eu possa habitar no meio deles”. – Israel foi o povo que Deus escolheu para ser sua propriedade particular. Seu desejo é de que eles pudessem contar com a presença de forma visível, e isso em pleno deserto. O tabernáculo foi construído e houve algo tremendo quando de sua inauguração.

Êxodo 40:33 e 34 – “Levantou também o átrio ao redor do tabernáculo e do altar e pendurou o reposteiro da porta do átrio. Assim Moisés acabou a obra. Então, a nuvem cobriu a tenda da congregação e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porque a nuvem permanecia sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo”.

Posteriormente, o povo foi avançando dentro do propósito de Deus e conquistou a terra prometida. Agora não era mais nômade, alguém que anda de um lado para outro. Estavam estabelecidos.

II Samuel 7:2, 5, 12 e 13 – “disse o rei (Davi) ao profeta Natã: Olha, eu moro em casa de cedros, e a arca de Deus se acha numa tenda. Vai e dize ao meu servo Davi: Assim diz o Senhor: Edificar-me-ás tu casa para minha habitação? Quando teus dias se cumprirem e descansares com os teus pais, então farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino”.

Deus levanta o rei Salomão e este edifica o templo.

I Reis 8:10 e 11 – “Tendo o sacerdotes saído do santuário, uma nuvem encheu a casa do Senhor, de tal sorte que os sacerdotes não puderam permanecer ali, para ministrar, por causa da nuvem, porque a glória do Senhor enchera a Casa do Senhor”.

I Reis 9:1 – “Sucedeu, pois, que, tendo acabado Salomão de edificar a Casa do Senhor…”

O que aconteceu quando o tabernáculo, a casa, o templo do Senhor foi inaugurado? A glória do Senhor se manifestou e encheu tudo.

Mas, num determinado tempo Deus desejou se manifestar de forma diferente para a humanidade, então Ele se tornou em semelhança de homem.

 

João 1:14 – “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e verdade, e vimos a sua glória, glória como a do unigênito do Pai”.