Como A Igreja Pode Viver Neste Mundo?

Na sociedade em que vivemos somos bombardeados constantemente para tomarmos a forma deste mundo, para absorver e observar sua cultura e seus valores. A mídia (TV, jornal, internet) é a grande propagadora de todo o sistema que visa não somente implantar, mas também destruir ou descaracterizar tudo aquilo que é bom e positivo.

O apóstolo Paulo escrevendo a igreja que se encontrava em Roma, salienta que aqueles que tiveram uma experiência com Cristo, foram chamados para serem de Jesus Cristo, chamados para serem santos (Rom. 1:6 e 7), ou seja, chamados para viverem uma vida que estabeleça a diferença dentro do contexto natural de convivência.

Posteriormente, em Romanos 12:2 – “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Notemos que o apelo era feito diretamente á igreja, ou seja, que ela não se amoldasse, não tomasse a forma do mundo, pois seus valores e princípios deveriam ser outros. Porém, essa transformação, essa mudança somente seria possível mediante uma mente renovada, uma mente que teria a capacidade de pensar como Deus pensa, e, por conseqüência, agir e reagir como Deus age e reage.

Apesar de pregarmos e falarmos muito sobre este texto, verificamos que a igreja do século XXI (generalizando) mais do que nunca está amoldada, ajustada ao molde do sistema que ela mesmo condena.

Uma igreja que condena o hedonismo (prazer pelo prazer), porém ela mesma, e muitas vezes, através de sua própria liderança, está impregnada de imoralidade. Uma igreja que deveria prezar pelos valores e princípios do reino de Deus, mas que diante de situações que pode lhe trazer alguns desconfortos ou prejuízos, pode dar um “jeitinho brasileiro” para acomodar as coisas e ficar “de bem” com todos. Uma igreja que negocia valores espirituais em favor de bens materiais, muitas vezes explorando o povo, que na sua ingenuidade ou ganância acredita no que lhe está sendo proposto.

Diante de um quadro tão desalentador o que podemos fazer como filhos de Deus, como discípulos de Cristo, como servos de Deus e igreja, o corpo vivo de Jesus Cristo ?

Assim diz o Senhor: Ponde-vos à margem do caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho; andai por ele e achareis descanso para vossas almas; mas eles dizem: não andaremos. Jeremias 6:16

Precisamos voltar às veredas antigas, aos princípios da Palavra e aos valores que são estabelecidos para aqueles que fazem parte do reino de Deus. Precisamos entender que viver dessa forma é viver na contramão do mundo, do sistema e isso tem um alto preço, pois precisaremos negar o nosso eu, o nosso egoísmo, os nossos projetos e a nossa própria vida –“Quem acha a sua vida, perdê-la-á; quem, todavia, perde a vida por minha causa, achá-la-á.” – Mateus 10:39.