A FÉ EM AÇÃO

Se desejamos em 2019 tomar alguma decisão em algumas áreas de nossas vidas que precisam de mudança, precisamos rever quetipo de fé estamos praticando. Entendendo que “sem fé e impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam” – Hebreus 11:6

Precisamos ter compromisso, responsabilidade com a fé que professamos.

Na cultura hebraica em vez da palavra fé é utilizada a palavra confiança.

Confiança é certeza concreta, sem espaço para dúvida.

O apóstolo Paulo escrevendo aos Tessalonicenses mostra uma preocupação com relação a fé daqueles irmãos.

I Tessalonicenses 1: 2 e 3 – “…operosidade da vossa fé…” – “…a atividade da vossa fé…” – “…obra da vossa fé…” – “…o trabalho que resulta da fé…”

Quando vemos a operosidade da vossa fé, está nos falando sobre qual o desempenho, a atividade, o resultado da nossa fé. É fé em ação.

Uma fé em ação não somente nas obras, mas nas dificuldades, nas lutas, nas perdas, nas enfermidades, nos objetivos, nos projetos, na vida pessoal, na família, no trabalho, na universidade, no ministério, na vida espiritual, na igreja, na cidade.

A fé operante ela é contagiante, motivo pelo qual devemos buscar cada vez mais crescer em fé para que sirvamos de referencial para outra vidas.

I Tessalonicenses 3:5 – “…mandei indagar o estado da vossa fé, temendo que o Tentadorvos provasse, e se tornasse inútil nosso labor”.

Paulo estava preocupado em como estava o estado dafé dos irmãos, pois ele sabia que as tentações, as provações, as lutas, muitas vezes levam o povo a desistir de Deus. Muitas vezes a fé operante, ativa pode ir se esfriando e se tornar apenas em fé intelectual, que conduz a uma vida de religiosidade.

Se há uma coisa que o inimigo quer neutralizar é nossa vida de fé, pois ele sabe que  é umelemento indispensável para crer e servir a Deus.

I Tessalonicenses 3:10 – “…orando noite e dia, com o máximo empenho, para vos ver pessoal e reparar as deficiências da vossa fé?”

Paulo fala de algo inacabado, ou talvez precisando de reparos. A fé deve ser algo crescente em nossa vida, levando-nos cada dia mais para perto do

Senhor.Como igreja do Senhor Jesus Cristo precisamos colocar nossa fé em ação –  confiança concreta, sem espaço para dúvida,considerando:Senhor.

1. Nossa identidade:
 – João 1:12 – somos filhos de Deus porque um dia recebemos a Cristo como Senhor.
– João 15:16 – não escolhemos a Deus, foi ele que nos escolheu.


2. Propósito de Deus para nossas vidas – o propósito é até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo.

3. Como igreja o que podemos em Cristo Jesus:
– Mateus 16:18 – as portas do inferno não vão prevalecer contra a igreja, contra nós.
– Romanos 8:31 – se Deus é por nós quem será contra nós.
– Romanos 8:37 – em todas as coisas somos mais do que vencedores, por meio daquele que nos amou.Significa prevalecer completamente.
– II Coríntios 2:14 –Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento.


4. O que Deus espera de nós como igreja:
– Em seu livro “Batalha Final” Rick Joyner contempla o exército do inimigo altamente preparado estrategicamente, de forma organizada. No outro lado contempla o exército doSenhor. A maioria dos combatentes são mulheres e crianças. Poucos homens estavam com suas armaduras completas. A maioria tinha apenas parte da armadura.
– Sabemos que estamos envolvidos numa guerra espiritual, mas estamos tão indiferentes, insensíveis arespeito das coisas espirituais, que isso se tornou coisa de “ficção”. Nossa sede de possuir coisas tem cegado nossos olhos para a realidade espiritual.
– Entretanto o Senhor nos deu todas as armas necessárias para lutarmos e vencermos, conforme Efésios6:10 a 18, sabendo que a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra  as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.
-Para enfrentar e vencer precisamos da armadura de Deus:

  • Cingindo-nos com a verdade.
  • Vestindo a couraça da justiça
  • Calçando os pés com a preparação do evangelho da paz
  • Embraçando o escudo da fé, para apagar todos os dado inflamados do Maligno
  • Tomando o capacete da salvação
  • Tomando a espada do Espírito que é a palavra de Deus.
  • Com toda oração e súplica, orando em todo o tempo no Espírito e para isto vigiando com toda a perseverança e súplica por todos os santos

2019 estamos chegando com confiança, que é umacerteza concreta, sem espaço para dúvida!

Deus abençoe e um 2019 de muitas conquistas em nome de Jesus.

Ap. Sidinei Consteila.